Professores e alunos devem ser amigos no Facebook?

26/04/2012 11:40

Anos após o Facebook ter passado de uma rede social universitária para um fenômeno global, essa questão tem intrigado as escolas.

Ao responder esta pergunta, nos colocamos no meio de dois problemas: o risco dedivulgação de conteúdos inapropriados para os professores e os benefícios acadêmicos de estar conectado com um. Em escolas americanas, os professores têm sido disciplinados em como agir na rede social.

Dentre alguns casos de escolas nova-iorquinas, um professor, de acordo com os investigadores, adicionou diversas estudantes e incluiu comentários em suas fotos como: "você está sexy". Uma outra professora mandou uma mensagem a uma estudante dizendo que o namorado dela "não merecia uma garota linda como você".

Tais comportamentos, claramente, ultrapassam os limites profissionais, embora alguns professores afirmem que as redes sociais podem ser um ótimo recurso educacional. Especialmente porque é a forma com que os jovens mais se comunicam atualmente.

"O e-mail tem se tornado um dinossauro", sentencia David Roush, professor de comunicação midiática e produção televisiva na Escola de Bronx (Bronx High School). "Os métodos antigos de se comunicar estão desaparecendo e precisamos nos adaptar ao novo."

Autoridades da educação de Nova Iorque providenciaram planos de ensinamento para a utilização de mídias sociais para os docentes.

Essa situação também é de interesse a alunos brasileiros e é necessário discutir esse tema aqui também.

Entre adicionar ou não professores e alunos, o problema maior está em adequar-se. Por mais que você esteja fora do ambiente de trabalho, você continua sendo um docente. Por isso, os professores devem agir como tal nas redes sociais também.

Se um professor não quiser ter que apresentar uma postura condizente nas redes sociais, é simples: não as tenha. Pois é embaraçoso dizer que você não adiciona alunos.

A dica da adequação também se aplica aos alunos. Não poste nada que suje a sua imagem perante algum professor. E, jamais, comentários ofensivos à sua escola ou a algum profissional de onde você estuda. Caso contrário, não os adicione.

Entrentanto, não se esqueça: a privacidade na Internet é ilusória. Se você tiver algo para reclamar ou comentar, procure não fazê-lo online.

Voltar