Carreira: O que a faculdade normalmente não te ensina

09/03/2012 16:56

 

Um curso regular de graduação completo leva entre 4 e 5 anos para ser concluído. Você sai da faculdade como bacharel ou licenciado em determinada profissão. Então, está preparado para enfrentar o mercado e conseguir uma carreira de sucesso, certo? Nem sempre
 
A faculdade geralmente ensina a profissão, mas não prepara para o mercado. Poucas são as instituições que têm uma preocupação sincera com a carreira de seus alunos e ex-alunos. A melhor prova de que uma faculdade tem um ótimo ensino é a carreira que seus ex-alunos estão trilhando e as conquistas deles. Mesmo assim, visando apenas o ensino basicão e barato, várias faculdades preferem entupir suas salas, jogar uma água benta por cima e despachar os clientes o mais rápido possível, já de olho no próximo lote. Mas isso é assunto para discussão em outro momento.
 
Não estou dizendo que o ensino superior seja inútil. Na verdade, ele está incompleto. Mesmo com matérias de empreendedorismo e algumas raras empresas juniores, muitas faculdades brasileiras estão longe do prepararem as pessoas para a realidade do mercado. Algumas coisas que observei faltarem no curso normal superior nas faculdades:
 
Empreendedorismo
 
Como disse acima, o empreendedorismo não é levado a sério em muitas faculdades. Aulas simples de empreendedorismo não são o bastante para ensinar e estimular um aluno a ter atitudes empreendedoras e buscar o sucesso. Tem de ter laboratório para experimentações, suporte constante da instituição e integração com o mercado real. Trancar seis ou sete pessoas numa sala da faculdade e dizer que eles estão em uma empresa júnior não adianta.
 
Inovação
 
Empreender é bom, mas empreender inovando é melhor ainda. Inovação é o que faz o mundo evoluir. Quando se tem, ao final de um curso, metade dos formandos dizendo que querem agora estudar pra concurso e uma outra parte falando que só fez faculdade porque a empresa obrigou, sabe-se que não há qualquer estímulo para inovar e apresentar soluções inéditas ao mercado. As empresas precisam constantemente de inovação, pois as que preservam a inovação em suas culturas são as que mais se destacam, e a faculdade tem papel fundamental no foco para inovação.
 
Enfrentar desafios
 
Algumas pessoas se iludem achando que, imediatadamente ao final do curso, vão vestir seus ternos e gravatas e assumir cargos da alta cúpula de alguma multinacional. Para chegar a tal posto, o candidato irá enfrentar muitos desafios. Chegando lá, enfrentará mais ainda, e eles vão aumentando de tamanho e importância. Quem não tem capacidade de encarar problemas dessa magnitude nunca chegará aos tão almejados cargos estratégicos. O que sua faculdade te disse sobre isso?
 
Deixar a zona de conforto
 
Agora que o curso está concluído, é hora de alçar voos maiores, não? Para muita gente, o medo de voar é maior. As faculdades raramente estimulam os alunos a ganhar velocidade, abrir as asas e deixar a aconchegante zona de conforto. Há um precipício entre o lugar onde você está e o sucesso que você quer alcançar. Você tem coragem de pular? Sua faculdade te ajuda nisso?
 
O ensino superior no Brasil ainda vai melhorar bastante (espero), mas os alunos não podem ficar a esperar por esse dia, que pode demorar muito a vir. Preparar-se e complementar-se com o que falta na faculdade é necessário para atender às exigências de um mercado que corre mais rápido que a academia. Estar na faculdade é parte de um processo, mas apenas parte. Enquanto isso, corra atrás de ser empreendedor, inovador, desafiador e chutador de pau de barraca!
Voltar

Fórum: Carreira: O que a faculdade normalmente não te ensina

Nenhum comentário foi encontrado.